23 Dez

Reflexão do ano de Voluntária do JRS

Com o fim do ano a chegar recebemos uma carinhosa mensagem de uma das formadora de português que é voluntária, Ana Sofia Souta, no projeto Entre Palavras, escreveu sobre a sua experiência durante este ano complicado e deixando um apelo a quem lê. “Pequenas, mas potentes luzes” No contexto excecional da crise dos refugiados, cada um […]

Ler mais
31 Jul

Neste momento surge a pergunta: “Quem sou eu?” Isabel Pereira

Na minha perspectiva, o mais importante para os nossos formandos é o facto de sentirem que têm pessoas disponíveis para os ouvir.  Todas as pessoas que chegam diariamente à JRS (Serviço dos Jesuítas aos refugiados), são um público muito especial, a grande parte chega sozinho tendo abandonado tudo, família, amigos e uma vida fica para […]

Ler mais
31 Jul

“Eu própria fui ultrapassada nas minhas expectativas” Rita Taveira

O grupo de Formandos da área de formação de reposição de loja/supermercado do projeto Work Up, demonstraram interessse, motivação e disponibilidade para a aprendizagem das temáticas teóricas e comportamentais propostas nesta Formação. Em primeiro lugar, não podemos deixar de referir as circunstâncias particularmente difíceis em que esta Formação se realizou, tanto para os Formandos como […]

Ler mais
05 Dez

Anil, voluntário do Serviço de Voluntariado Europeu: “Percebi que posso sempre rir-me para eles e eles podem rir-se para mim.”

O Anil chegou ao JRS pelo Serviço de Voluntariado Europeu. O Anil veio da Turquia para Portugal ser voluntário, ficou no Centro Pedro Arrupe durante um ano apoiando todas as atividades do centro, tornando-se presente no dia-a-dia da casa e, mais importante, das pessoas que por lá foram passando. Com toda a criatividade necessária, ultrapassou […]

Ler mais
29 Abr

“Há gente que fica na história da história da gente” (Chuva – Mariza)

22 de dezembro de 2017. Aeroporto Humberto Delgado. Aguardo a chegada de outra família. Refugiados. Vítimas de violação dos seus direitos humanos. Oito. Seis filhos. E não sei que história trazem… Chegam… tímidos, de mãos vazias, mas… de sorriso no rosto e um brilho na íris. Dirigimo-nos para a carrinha. Asmaa dá-me a mão. Rumamos […]

Ler mais